Porque são as moscas atraídas por excrementos?

Apesar do comportamento das moscas depender da sua espécie, elas têm vários comportamentos em comum - como a atração por excrementos.

PORQUE SÃO AS MOSCAS ATRAÍDAS POR EXCREMENTOS?

As moscas, para além de serem seres pequenos e irritantes, são também bastante raras. Fazem coisas estranhas, como juntar-se junto a excrementos, voar sem rumo, ou bater nas janelas o dia todo. Vamos descobrir alguns aspetos de seu comportamento e explicar as razões pelas quais elas fazem o que fazem.

 

Embora o comportamento das moscas dependa da espécie de mosca de que falamos, a maioria das moscas tem características comuns, como seu ciclo de vida ou a sua atração geral por fezes e matéria orgânica em decomposição.

 

AS QUATRO FASES DO SEU CICLO DE VIDA

As moscas fêmea põem até 2.000 ovos durante a sua vida, cerca de 75 a 150 de cada vez e estes eclodem em apenas um dia. Estas larvas de cor clara, também chamadas de vermes, concentram-se apenas em comer por 5 a 14 dias, antes de criar seu casulo. Após 3 semanas, a mosca adulta emerge, e vive nesta forma durante um mês.

 

As moscas fêmea colocam os seus ovos nas fezes ou no lixo, e é por isso que as vemos como algo tão desagradável. Acontece que a matéria em decomposição e os excrementos contêm grandes quantidades de bactérias, proteínas, minerais, gorduras e carboidratos, como a celulose. Com tantos nutrientes disponíveis, as larvas têm tudo o que precisam para crescer. Adicionalmente, a quantidade de nutrientes disponíveis para consumo nas fezes determinará o seu tamanho. Portanto, quando vemos uma mosca pequena, isto não significa que ela seja jovem, mas sim que não se alimentou o suficiente para ficar grande e forte para sua fase adulta – como nós!

 

AS MOSCAS DE CASA NÃO COMEM APENAS SUJIDADE QUANDO SÃO LARVAS

As moscas adultas precisam de se alimentar de matéria orgânica descartada, pois a sua boca está desenvolvida de tal forma que só lhes permite consumir alimentos líquidos ou semilíquidos. Quando pousam em comida sólida, o que normalmente fazem é vomitar nela, criando assim uma solução desagradável da qual bebem. Isto, obviamente, contamina os alimentos e é a principal razão pela qual as moscas domésticas são conhecidas por transmitir doenças. As moscas carregam cerca de 100 patógenos que, se consumidos, podem levar a doenças graves, como a tuberculose, febre tifóide, cólera e disenteria.

 

ELAS NÃO ESTÃO DESORIENTADAS

Por fim, e para explicar o comportamento desorientado que adotam pela casa, devemos entender que estes pequenos insetos, apesar de terem olhos grandes e compostos, não têm grande visão. Os seus olhos só lhes permitem detetar movimentos e luz, sendo assim atraídos por eles. Na natureza, elas usam a luz do sol ou a luz refletida da lua para as guiar e voar em linha reta, usando-a também como um ponto de referência para manter um ângulo estável. Isto explica o porquê das moscas atingem espelhos e janelas. Com a sua visão deficiente, elas não só não sabem o que é vidro, como também não o conseguem distinguir. Elas apenas voam e seguem a luz, e tropeçam neste objeto invisível e desconhecido que bloqueia o seu caminho.

 

Portanto, as moscas não são criaturas estúpidas. São apenas desagradáveis e podem ser prejudiciais à nossa saúde! É por isso que recomendamos mantê-las fora de casa usando inseticidas como o Dum Dum Moscas e Mosquitos. Desta forma, não terá apenas uma casa livre de moscas, mas também de outras criaturas desagradáveis.

Também lhe poderá interessar

  • Como se pode proteger das picadas de mosquitos e, em consequência, de doenças graves
    Artigos
    O que fazer contra picadas de insetos, inchaço e vermelhidão
  • Factos sobre as doenças transmitidas pelos mosquitos (Parte 2)
    Artigos
    Factos sobre as doenças transmitidas pelos mosquitos (Parte 2)
  • 28 factos sobre os mosquitos
    Artigos
    28 factos sobre os mosquitos
  • Como se pode proteger das picadas de mosquitos e, em consequência, de doenças graves
    Artigos
    O que fazer contra picadas de insetos, inchaço e vermelhidão
  • Factos sobre as doenças transmitidas pelos mosquitos (Parte 2)
    Artigos
    Factos sobre as doenças transmitidas pelos mosquitos (Parte 2)